UMA EMPRESA PODE SER UM HERÓI?

September 10, 2013

Assim como um herói, que pensa além do seu ganho pessoal para o beneficio de todos, uma empresa-herói é aquela que não se limita apenas a metas financeiras, mas sim em provocar um impacto positivo no mundo. Afinal de contas, se uma pessoa pode fazer um bem para o mundo e tornar-se emblemática pelos seus esforços, por que não poderia uma empresa? 

Já é possível identificarmos algumas empresas-herói hoje em dia. Elas gozam de lealdade por parte de sua rede (tanto colaboradores quanto clientes) e são mais resilientes à crises. Elas são algumas das empresas mais bem sucedidas da atualidade e as marcas que serão donas do amanhã.  Segue abaixo alguns passos básicos na agenda de uma empresa-herói:

1. Prepare-se para a jornada (Planeje)
Isso significa ter uma estratégia coesa para alcançar, simultaneamente, a saúde social, econômica e ambiental. Este planejamento é essencial e se bem implementado, ele proporcionará eficiências e retorno financeiro, impressionará seus stakeholders e tornará o negócio mais resiliente às impermanências dos nossos tempos.  

2. Estabeleça uma missão (Tenha metas)
Esta missão deve ser:
• Simples
• Audaciosa
• Alcançável
As melhores missões resolvem problemas sociais ou ambientais e também problemas relacionados aos negócios. 

3. Inspire o outro a adotar a causa de sua missão (Engaje, mobilize e articule)
Por que resolver problemas por conta própria se você pode envolver outros na sua missão?Primeiro, faça de seus colaboradores os seus primeiros reforços; em seguida seus clientes (se eles já amam sua empresa amarão ainda mais); depois busque parceiros que possam ajudar na missão (ONGs, outras empresas, poder público, etc); e, finalmente, envolva seus fornecedores, ao engajá-los você conseguirá realmente multiplicar seu impacto positivo.Adequação legal, eficiência, responsabilidade, vantagens ou simplesmente credo. Há muitas razões pelas quais empresas se tornam heróis, o importante é se tornar um. A Pangea Capital está em busca de empresas-herói para somar esforços às suas missões, e de aspirantes a herói, que enxergam nesta transformação uma oportunidade de valor.

Roberto Strumpf, sócio-diretor da Pangea Capital

A Pangea Capital tem como objetivo gerar valor a seus clientes através da redução de seus impactos e vulnerabilidades e da identificação de oportunidades relacionadas a uma nova economia, moldada por um cenário de mudanças climáticas e escassez de recursos.